terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Homenagem aos poetas

Queria eu, um dia, ser poeta.
Aprender com Gedeão,
Alegre, Sophia, Ary, Natália,
Florbela, Bocage, Camões, Pessoa,
Vinicius, Erasmo, Silviah,
Ibel, JB, AC, Arnoldo, Em@
E tantos outros,
Que com seus poemas, 
Da lei da morte se libertam.

Mas, falta-me talento e musas,
Esqueço-me da inspiração.
O saber é escasso, a palavra emperra,
Fica atravessada na garganta,
O cérebro nega a actuação,
Da mão que tecla ou escreve.

Mas se um dia conseguir
Com coerência e utilidade,
Alinhavar ideias,
Transmitir sentimentos, emoções,
Espero que possa ser um hino
Ao amor, à ternura, ao carinho,
Mas, sobretudo, à arte, à poesia e à Liberdade. 

21 comentários:

  1. Oh Zé,nem sei o que te diga.XD Comoveste-me...

    1º acho que tens tudo para poetar.
    é só abrires os teus canais da sensibilidade e deixar o pensamento fluir.escrever sempre tudo o que te vem à cabeça e depois compor, desligares-te da obrigatoriedade da rima.E tu já fazes isso...
    2º muuuuuito obrigada por te teres lembrado de mim - eu que apesar de única, sou uma areiazinha no deserto, uma partícula de pó das estrelas no universo
    deixo um beijo no coração e a minha gratidão.

    ResponderEliminar
  2. Zé,
    É impossível ser mais poeta que você, pois o verdadeiro poeta é aquele que se vê pequeno
    em meio às palavras, mas quando abre seu coração e deita a mão a escrever, consegue com palavras sábias todos os corações comover.
    Fico honrada, felicíssima por estar entre seus versos, por se lembrar de mim.
    Obrigada.

    ResponderEliminar
  3. Ó zé,estas surpresas emudecem-nos e aquecem-nos.
    Que lindos amigos tenho encontrado na net.O seu coração quase o vejo e tem uma janela sem grades.Ai que bom!
    OBRIGADA!

    ResponderEliminar
  4. À Em@, Silviah e Ibel quero agradecer a força que me transmitem. Como gosto de vocês, minhas amigas.
    Não sei dizer mais nada do que tenho muito orgulho de que sejam minhas amigas.
    Beijinhos a todas.
    Caldeira

    ResponderEliminar
  5. Ai, Zé, nem sei que te diga!
    Mas sempre direi que a Liberdade está sempre expressa nas tuas palavras, e que a vives como quem respira.
    Sabes, é um grande prazer fazer parte do teu rol de amigos!
    Um abração, companheiro!

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  7. Zé,

    Obrigada, do fundo do coração. Brinco com as palavras de forma sentida, é verdade, mas poetisa... é demasiada gentileza, que lhe agradeço a dobrar :)


    "Mas se um dia conseguir
    ...
    Transmitir sentimentos, emoções,
    Espero que possa ser um hino
    Ao amor, à ternura, ao carinho,
    Mas, sobretudo, à arte, à poesia e à Liberdade. "

    Está tudo aqui, Zé! Esse dia é o seu dia-a-dia, sempre que nos oferece nas suas palavras verdades sentidas, dizeres da alma... pouco importa a forma que apresenta para o fazer, porque a essência mora no seu coração!
    E sinto isto desde os primeiros comentários que escrevia (e que eu lia) no blogue do AC!

    Obrigada, mais uma vez! E agradeço sobretudo esta amizade!

    Um grande beijinho!

    ResponderEliminar
  8. Agostinho,
    Só te posso dizer que também tenho muito orgulho em ser teu amigo e que essa amizade é recíproca.
    Um grande abraço amigão.
    Caldeira

    ResponderEliminar
  9. JB,
    Deixa-me sem palavras com tantos elogios. Isso só pode ser pela enorme estima que tem por mim e que eu agradeço do fundo do coração.
    Muito obrigado por ser minha amiga. Fico-lhe grato para sempre.
    Um grande beijinho minha amiga.
    Caldeira

    ResponderEliminar
  10. Catarina,
    Fico feliz por ter gostado.
    Beijinho
    Caldeira

    ResponderEliminar
  11. Primeiro Zé, parabéns pela linda homenagem, tão bem escrita e tão inspirada. Você é sim, um poeta, e dos melhores que conheço e estou muito feliz por estar entre os citados, todos maravilhosos.

    ResponderEliminar
  12. Arnoldo Pimentel,
    Muito obrigado pela simpatia. Eu gostaria muito, mas não sou poeta. Não tenho conhecimentos suficientes sobre esse género literário.
    De qualquer modo fico muito feliz pelas palavras que me dirigiu. Obrigado também por passar por este espaço.
    Um grande abraço.
    Caldeira

    ResponderEliminar
  13. Vim visitar-te. ver as novidades...
    olha, deixo-te mais um beijo,desta vez, no coração.
    Em@

    ResponderEliminar
  14. Por certo todos que estão no teu rol de primícias bem merecem suas palavras.
    Peço apoio no inicio de minha experiencia com blog.
    Até...

    ResponderEliminar
  15. Muito obrigado por passar por aqui. Já fui ver o seu espaço e adorei a história comovente que lá colocou.
    Continue a deliciar-nos com alertas para a Vida em Graça e que a Palavra de Deus não fique esquecida no Baú seja expandida pelo Mundo fora.
    Grande abraço
    Caldeira

    ResponderEliminar
  16. Zé,
    Vim te desejar uma boa noite,
    que amanhã seja muito melhor que hoje.
    beijos.

    ResponderEliminar
  17. Silviah,
    Muito obrigado amiga. Também te desejo uma noite descansada. Os mesmos votos de que o dia que hoje termina tivesse sido melhor do que o de ontem e o de amanhã que seja melhor que o de hoje, agora e para sempre. Amén.
    Fico muito sensibilizado com estas provas de carinho que retribuo com muito gosto.
    Beijinho
    Caldeira

    ResponderEliminar
  18. Já conseguiste sê-lo, conseguiste elaborar esse hino ao amor, à ternura, ao carinho, à poesia e à liberdade. Esta é uma capacidade que nasceu contigo.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  19. Brown Eys,
    Sou um principiante que gosta de tentar novas formas de comunicar. Sinto-me muito inseguro nesta forma de escrita. Sou muito pragmático e gosto de sentir que sei do que falo. Aqui tateio, porque me faltam as bases. Para cúmulo tenho da poesia a formação rígida de outros tempos e isso, para esta época é um handicap.
    Beijinhos
    Caldeira

    ResponderEliminar